AECI 2009 - mensagem de abertura

1. Bem-vindos ao Ano Europeu da Criatividade e Inovação em Portugal. Esta conferência de abertura não marca o seu arranque.

2. Desde o dia 1 de Janeiro que um pouco por todo o País o ano tem vindo a ser assinalado.

3. O nosso desejo é também que ele não termine em 31 de Dezembro. Temos a convicção que a criatividade e a inovação são parte da fórmula para a consolidação da modernização da nossa economia e da nossa sociedade e para a resposta à crise global que enfrentamos.

4. Não acredito na capacidade de divinatória de quem propôs 2009 como o Ano Europeu para a Criatividade e a Inovação. Tenho no entanto a convicção que não haveria foco mais adequado aos tempos que estamos a viver. Criatividade e Inovação são a base do talento, ou seja, do olhar diferenciado e da acção consistente para enfrentar a turbulência da mudança disruptiva.

5. Conhecimento, tecnologia e inovação são as chaves para jogar o jogo da competitividade global. Mas são insuficientes para o ganhar. Para isso é preciso que esses instrumentos sejam usados de forma criativa e com cultura empreendedora. É preciso fazer acontecer.


6. Um novo triângulo ganha importância na sociedade actual. O triângulo identidade, mobilidade e criatividade. Identidade e conhecimento geram indivíduos mais confiantes e transformadores. Tecnologia e mobilidade criam comunidades mais flexíveis e adaptáveis. Criatividade e Inovação são a chave de sociedades mais competitivas e com mais bem-estar.


7. Esta é a filosofia que serve de base ao AECI em Portugal e também à nossa visão para as políticas de futuro em Portugal e na Europa. O Novo Ciclo da Estratégia de Lisboa já incorporou parte desta visão. Queremos ir mais longe na Lisbon Plus, ou seja na Estratégia de Lisboa pós 2010.

8. Também é esta filosofia que tem servido de base ao Plano Tecnológico em Portugal. Um plano bem sucedido como bem o demonstram os resultados recentes do ranking europeu de inovação. Portugal está a mudar no bom sentido e rapidamente na sua qualificação para os desafios da nova economia do conhecimento. È um país que surpreende, 3º melhor nos serviços públicos on-line e quinto mais dinâmico na inovação científica e empresarial.


9. O Plano Tecnológico é como todos sabem uma agenda que pertence a toda a sociedade. Começou como uma ideia política e transformou-se numa agenda mobilizadora e num compromisso de acção que se disseminou por toda a sociedade.


10. Penso que o Plano Tecnológico, sem querer antecipar a conferência do Dan Tappscott é um bom exemplo, ainda que embrionário, da inovação 2.0. Mas com o AECI queremos ir ainda mais longe nesta filosofia.

11. O PT é uma ideia política que contaminou a sociedade. Queremos que o AECI seja uma dinâmica da sociedade capaz de contaminar as pessoas, as empresas, as comunidades e as instituições.

12. Por isso adoptámos a ideia – AECI – faça você mesmo e criámos um ponto de encontro para isso – o nosso Site

13. Um ponto de encontro onde se pode saber o que vai acontecer …

14. Onde se pode submeter eventos e construir o programa …

15. Acompanhar o programa pelos oito temas, que são oito verbos a partir do qual se pode formar a palavra Portugal.

16. Partilhar opinião … no blog (mediante obtenção prévia de acesso)

17. E partilhar informação … através das ferramentas de Microblogging (Twitter e Friendfeed) Vídeos (Sapo Vídeos e You Tube) e Imagem ( Sapo Fotos, Picasa e Flicrk)



18. O AECI é um movimento. Quero agradecer particularmente aqueles que acedendo ao nosso convite, apresentarão logo à tarde as suas práticas de excelência e se constituem como os Embaixadores do Ano Europeu em Portugal, sendo que um, Leonel Moura, já o foi, no lançamento do Ano Europeu em Praga e nos tem dado um contributo relevante na visualização dos conceitos que queremos transmitir.

19. Quero agradecer também a um “embaixador” especial. Dan Tappscott tem um pensamento inovador e criativo e a sua presença nesta abertura do AECI é para nós um estímulo. Queremos que Portugal seja um “case study” de sucesso no seu portfolio.

20. Quero agradecer à Representação da CE em Portugal. A parceria de sempre entre a CNELPT e a RCEP tem feito coisas boas acontecerem e essa dinâmica vai continuar este ano.

21. O AECI é vosso. Desfrutem!
Comentários
Ver artigos anteriores...