Visto de Casa 22/03

Hoje é Domingo! Mas que forma banal de começar a minha partilha de hoje. Obviamente todos sabem que hoje é Domingo. Todos? Nas conversas virtuais que tenho tido com muitas e muitos amigos, alguns dizem-me que esta espécie de diário que tenho publicado, com a data explicita na ilustração, os tem ajudado a situarem-se no dia do mês em que estamos. 

Confesso que por vezes também me sinto um pouco perdido. Tão perdido que por momentos pensei que para muitos dos que me leem, em quarentena voluntária ou forçada, todos os dias parecem Domingo. Nada mais falso. O vírus roubou-nos o Domingo, o Sábado e todas as Feiras. Oxalá não nos roube a Feira de S. João, aprazada para Évora em junho. Não é porque essa feira seja mais importante que todas as outras. É porque será um bom sinal.

Ontem, como tenho feito todos os dias, aproveitei um intervalo entre aguaceiros, para fazer os meus 30m de corrida, perto de casa e cumprindo todas as recomendações.  Cruzei-me com meia dúzia de carros e nenhum peão, mas ia colidindo com uma andorinha em voo rasante. 

Não foi por acaso. Cada vez acredito menos em acasos. Foi mesmo para me lembrar que começou a Primavera. Uma Primavera que o planeta celebra, porque por más razões a poluição e a pressão antropocêntrica têm baixado, mas que nós temos que resgatar.    

Por falar em resgate, fiquei satisfeito com a decisão da Comissão Europeia de suspender os limites orçamentais dos Estados-membros, mas isso não me alivia o pesadelo com o que poderá acontecer depois. 

Como escrevi ontem, farei como Parlamentar Europeu tudo o que estiver ao meu alcance para que se criem mecanismos que impeçam que se volte ao triste espetáculo da crise do inicio da década anterior, dividindo sul e norte, frugais e relaxados, fraturando de novo a União Europeia (UE) num processo que a acontecer pode significar o fim da moeda comum e da parceria de paz e liberdade que nos une há mais de sessenta anos.

Espero que haja a lucidez de não permitir que um vírus e o seu impacto consiga aquilo que tantos têm tentado sem sucesso na última década. Destruir a UE e tudo o que ela significa, para quem a integra e para o mundo. Bom Domingo. Até amanhã, com muita saúde para todos.  

Comentários
Ver artigos anteriores...