Internacionalistas (Sobre o VII Fórum Latino)




 

No dia 6 de dezembro, decorreu em Bruxelas, no Parlamento Europeu, o VII Fórum Latino. O Fórum Latino é um “Think Thank” (Espaço de reflexão e debate) dos Socialistas e Democratas Europeus (Grupo S&D) a que tenho a honra de co-presidir em conjunto com o Eurodeputado Jamon Jauregui (PSOE).

 

O Fórum, que mobilizou mais de uma centena de participantes europeus  e da  América Latina, foi organizado em articulação com o Global Progressive Forum (Fórum Progressista Global) e a FES (Fundação Friedrich-Ebert-Stiftung), teve como principal objetivo discutir a nova geração de políticas progressistas na América Latina.

 

Como oradores principais o Fórum contou com a presença, para além do diretor da FES em Bruxelas, da líder da Juventude do Partido Socialista Chileno ( no poder), com a secretária internacional do Partido Novo Espaço do Uruguai ( Membro da Frente Amplia no poder), do editor da revista progressista Boliviana “Sociedad Magazine”, do Presidente do Partido Socialista do Equador (no poder) e de uma deputada do Partido Novo Tempo, bem como do secretário internacional do mesmo partido (oposição Progressista na Venezuela).    

 

O debate foi muito interessante e demonstrativo de como a Globalização está a colocar novos e estimulantes desafios aos progressistas, quer na União Europeia quer na América Latina.

 

 Além de moderar um painel, coube-me a tarefa de encerrar o Fórum, procurando extrair dele as ideias mais importantes. A Globalização em tempo real não cumpriu as expectativas dos cidadãos. A Soberania diluiu-se, a responsabilidade também, a democracia fragilizou-se e as desigualdades aumentaram de uma forma brutal.

 

A resposta a estas constatações não são os nacionalismos nem os populismos. Tendo em conta que quanto mais fraca for a regulação política maiores serão as desigualdades, as iniquidades e as ações contra a sustentabilidade do planeta, ousei terminar a minha síntese com uma provocação; contra os nacionalismos necessitamos de novo de um internacionalismo progressista.

 

O Fórum Progressista Global é o espaço para que essa semente germine, começando por se bater desde já por uma concretização progressista do Acordo de Paris e avançando para uma grande cimeira global contra os paraísos fiscais, a corrupção e iniquidade dos sistemas financeiros.

 

Por esta agenda vale a pena inspirar-nos num Slogan antigo e dar-lhe um novo sentido. Internacionalistas de todo o mundo, Uni-vos! Vencer num contexto global exige-o.   
Comentários
Ver artigos anteriores...