O "POTE" ( e as suas circunstâncias)

Com legitimidade democrática a direcção do Partido Social Democrata decidiu aproveitar a primeira oportunidade para tentar aceder à governação e aplicar um programa que nas próximas semanas há-de desenhar para se qualificar para esse desiderato. Ambicionar governar é próprio dos partidos de poder e de projecto que são os pilares dos regimes democráticos. Da mesma forma é legítimo que
Ler o artigo completo...
Comentários

Inovação Portugal (Publicado na revista Frontline)

O barómetro europeu de inovação publicado em 1 de Fevereiro de 2011 (Inovation Union Scoreboard – IUS 2010) confirma o firme progresso de Portugal nos indicadores de conhecimento, tecnologia e inovação. Vindos do fundo da tabela em 2005, somos hoje líderes de crescimento entre os inovadores moderados e conseguimos o melhor resultado dos países do sul da Europa. Somos também o País que mais
Ler o artigo completo...
Comentários

Zona de Conforto

Aconteça o que acontecer no plano político nas próximas semanas e meses, a sociedade portuguesa saiu da saiu zona de conforto e novos sectores da sociedade estão mobilizados para a participação cívica como foi visível na manifestação da designada “geração à rasca” e tem sido evidente noutras movimentações atípicas geradas a partir das redes sociais ou da coligação de interesses
Ler o artigo completo...
Comentários

Europa - Que energia? Publicado hoje no Público

Nos dias 25 e 26 de Março o Conselho Europeu reunirá sob o signo da competitividade da União Europeia face aos novos desafios económicos globais. O debate intenso sobre o reforço da Zona Euro e sobre as relações entre os países membros da cooperação reforçada e os outros membros da União será naturalmente a parte mais visível da agenda. Subjacente a tudo o que neste domínio se decidir
Ler o artigo completo...
Comentários

Quem Bate?

Bateram à nossa porta? Os que bateram não têm rosto. São insaciáveis e contraditórios. Pedem-nos contenção e crescimento. Mais produtividade e menos remunerações. Mais mobilização e menos recursos. Mais competitividade e menos estruturas. Mais compromisso e menos empregos. Antes de baterem à nossa porta já tocaram outras campainhas. Gregos e Irlandeses abriram as portas e ficaram pior.
Ler o artigo completo...
Comentários (2)

Retrato Robot

Vivemos tempos pródigos para a demagogia e o populismo. O exercício da função política tem uma dupla face, permitindo desenvolver projectos que combinam realização pessoal e interesse público e sujeitando ao mesmo tempo os protagonistas a um escrutínio fino, legítimo e saudável da sua actividade. Tenho verificado ultimamente, compulsando notícias de jornal, fóruns radiofónicos e televisivos
Ler o artigo completo...
Comentários (1)
Ver artigos anteriores...