Europa sem Medo

 Estará por estes dias à venda nas livrarias um ensaio que intitulei “Portugal sem Medo” (Chiado Editora – 2014) e em que lanço um repto contra o desânimo que tomou conta da sociedade portuguesa e que teve um forte reflexo no baixo nível de participação nas eleições para o Parlamento Europeu realizadas dia 25 de Maio. Em boa verdade esse sentido de não inscrição não afetou
Ler o artigo completo...
Comentários

Voto Fácil (texto escrito antes das Europeias 2014 e publicado hoje no DS)

Voto FácilEscrevo esta crónica em plena campanha eleitoral para as eleições europeias. Ela será publicada já depois de decorrido o ato eleitoral. No momento em que escrevo a expetativa prevalecente é que a abstenção poderá atingir um valor muito alto. Um dado preocupante dada a grande importância destas eleições no plano europeu e também no plano nacional.Entre as pessoas com que me cruzo
Ler o artigo completo...
Comentários

Voto Fácil (escrito em 20 do 5 para publicação dia 26 do 5)

Escrevo esta crónica em plena campanha eleitoral para as eleições europeias. Ela será publicada já depois de decorrido o ato eleitoral. No momento em que escrevo a expetativa prevalecente é que a abstenção poderá atingir um valor muito alto. Um dado preocupante dada a grande importância destas eleições no plano europeu e também no plano nacional.Entre as pessoas com que me cruzo e que
Ler o artigo completo...
Comentários

Saber do que se Fala (Falar do que se sabe)

Os meus vizinhos do Bairro do Bacelo em Évora conhecem-me. Orgulho-me de palmilhar as ruas do bairro, ora correndo, ora fazendo compras, ora bebericando um café aqui ou ali. O mesmo acontece com os meus conterrâneos eborenses ou vizinhos lisboetas e com os muitos cidadãos com que quase diariamente me vou cruzando no comboio, no expresso da rodoviária, nas estações de serviço, no Metropolitano,
Ler o artigo completo...
Comentários

Sociedade das Desigualdades

 Quando era jovem o ano 2000 e o século XXI exerciam sobre mim um enorme fascínio. Desejava ardentemente lá chegar com vida para ver com os meus próprios olhos como seria o mundo que perante os meus olhos e os meus pensamentos era então o futuro. Os enormes progressos tecnológicos e as evoluções nos equilíbrios políticos, designadamente a queda do muro de Berlim foram tornando
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...