Também estou...


No Twitter:


No Facebook:


Carlos Zorrinho's Facebook profile

No arquivo deste blogue:

A Raposa no Galinheiro

 Por pura intuição, talvez motivada pelo empenho que sempre tenho posto no desenvolvimento da Investigação, da Ciência e da Inovação, desde há muito que acreditava que Portugal acabaria por ficar com essa pasta no Colégio de Comissários da União Europeia, sobretudo se não apostasse, como não apostou, numa solução forte para a coordenação económica.  O trabalho feito
Ler o artigo completo...
Comentários

A Janela Italiana

  No corrente semestre a União Europeia é presidida pela Itália. Depois do Tratado de Lisboa e da criação nele feita do cargo de Presidente do Conselho Europeu, o papel das Presidências perdeu relevo e visibilidade. No entanto, continuam a ser as equipas do País da Presidência a gerirem e a dinamizarem os principais dossiers sectoriais, em articulação com o Parlamento e com a Comissão
Ler o artigo completo...
Comentários

Coelho "Mágico"

  Dizem que Pedro Passos Coelho tem dotes vocais e que os exerceu (eu vi um extrato) quando num passo de mágica tentou que fossem os trabalhadores a arcar quase em exclusividade com a taxa social única (TSU) mais um dos truques desmascarados pela oposição e pelo povo português. A célebre iniciativa da TSU foi apenas um dos muitos truques contra o Estado de Direito perpetrados pela
Ler o artigo completo...
Comentários

Portugal e o Plano Tecnológico Europeu - Um Governo em Marcha atrás

Artigo publicado no diário Público de 19 de Agosto  A União Europeia é hoje uma caricatura disforme do espaço de liberdade, cidadania, cooperação solidária, sustentabilidade social e ambiental e liderança competitiva com que sonhámos e nos comprometemos ao longo de décadas e em particular desde 2000 na Estratégia de Lisboa para o Crescimento e Emprego, agora designada por Estratégia
Ler o artigo completo...
Comentários

Tudo Bons Rapazes

No contexto da disputa interna que está a decorrer no PS tive uma interessante conversa com um dos meus colegas de Partido que mais admiro. Um analista já muito experiente do fenómeno político. Dizia-me ele que existe uma ética política em cada ator ou organização, mas não uma moral específica, ou antes, a moral prevalecente na política é a moral da afirmação do poder, no quadro constitucional
Ler o artigo completo...
Comentários

Proximidade

Uma das propostas formuladas por António José Seguro como Secretário-geral do PS e candidato a Primeiro-Ministro é a redução do número de deputados e a eleição destes por Círculos Uninominais ou por Voto Preferencial.  O argumento é simples e plausível. É preciso que os Deputados enquanto representantes dos eleitores tenham maior proximidade a quem os elege e que seja mais
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...