Também estou...


No Twitter:


No Facebook:


Carlos Zorrinho's Facebook profile

No arquivo deste blogue:

Bazuca e o Alentejo

 Aprovada pelo Conselho Europeu e pelo Parlamento Europeu a potente “bazuca” solidária de financiamento para a resiliência, recuperação e transformação da União Europeia, chegou o tempo tratar da sua aplicação e tirar o melhor partido da oportunidade. No Alentejo, os sucessivos quadros estruturais de financiamento que têm sido aprovados e aplicados desde
Ler o artigo completo...
Comentários (1)

Heróis do Mar

 O alvor de 2021 trouxe um alívio e uma esperança inusitada, mas compreensível, tendo em conta as circunstâncias e as dificuldades inesperadas de que 2020 foi portador. A viragem do ano sempre teve um enorme simbolismo. Um simbolismo que pode determinar atitudes, mas que não muda nada por passe de mágica ou por conjunção astrológica episódica. Com a
Ler o artigo completo...
Comentários

Natal em Dover

 O Natal de 2020 já pertence ao passado. Foi diferente em cada continente, em cada País, em cada comunidade, em cada família e em cada um de nós. Foi diferente também por causa das circunstâncias em que ocorreu. Já muito foi escrito sobre o impacto que a pandemia provocou numa celebração que pela sua natureza é um festival de afetos e que
Ler o artigo completo...
Comentários

Fazia-se cá Ski ...

 Este tempo de festividades é associado, pelo menos no nosso hemisfério, à alvura das paisagens cobertas de neve, lembrando a Lapónia onde se diz que o Pai Natal fixa residência quando não anda a vaguear de chaminé em chaminé. Pela nossa terra tem estado frio e aqui e ali já nevou, mas até a Serra da Estrela tem este ano mais dificuldades em atrair os amantes da neve e dos
Ler o artigo completo...
Comentários

Simples e Concreto

   A realidade nunca foi tão complexa, acelerada, em rede, sem fronteiras demarcadas, nem físicas, nem digitais nem mesmo entre domínios do conhecimento. Face à complexidade muitos têm a tentação, a que eu muitas vezes também não consigo escapar, de elaborarem respostas igualmente complexas, teoricamente robustas, mas difíceis de entender pelas pessoas e de serem transformadas em
Ler o artigo completo...
Comentários

Ausência (Na morte de Eduardo Lourenço)

 Este texto não é um esboço de obituário. É certo que todos os obituários dedicados a Eduardo Lourenço não serão demais, dada a enorme dimensão do pensador, filósofo, e poeta da palavra e da vida que ele foi. Mas tendo ele próprio definido a morte como uma ausência, é exatamente essa ausência que temos que contrariar, mostrando que ele continua bem vivo no nosso pensamento,
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...