"Vida Inacabada"

Por estas alturas de estio costumo partilhar com os leitores crónicas mais intimistas, nascidas duma análise menos epidérmica da realidade e fruto do reencontro com nós próprios que os períodos de férias tendem a proporcionar. É nesta “categoria” mais pessoal que este texto se enquadra. O ano que agora termina (seguindo um calendário político e académico) não foi para mim um ano fácil,
Ler o artigo completo...
Comentários

Razão não Atendível

Os factos que levaram o PSD a abrir uma discussão absolutamente extemporânea sobre a revisão constitucional são compreensíveis mas não atendíveis, quando os avaliamos no quadro dos problemas económicos e sociais que o País enfrenta. Num tempo de recomeço da época futebolística é atractivo e tentador usar a metáfora desportiva para explicar melhor o que na minha perspectiva está a suceder.
Ler o artigo completo...
Comentários

Dupla Amarra (reflexões sobre a governação económica da UE)

A União Europeia, para fazer face aos ataques económicos e financeiros de que tem sido alvo e aproveitando as novas regras do Tratado de Lisboa está a desenvolver um processo de coordenação política que constitui um embrião dum governo económico europeu, visto por muitos como indispensável para consolidar a União em geral e a Zona Euro em particular. De acordo com uma recente comunicação
Ler o artigo completo...
Comentários

As Diferenças

José Sócrates e Pedro Passos Coelho são dois líderes determinados e com agendas fortes, um já testado e com boas provas dadas em cinco anos de governação corajosa numa época de enormes desafios e elevado grau de dificuldade e o outro ainda a dar os primeiros passos para se preparar para esse eventual exercício.José Sócrates e Pedro Passos Coelho têm na determinação um traço de personalidade
Ler o artigo completo...
Comentários

Chanceler Queiroz

Quem joga a medo nem sempre perde, mas quando isso acontece a derrota é sempre mais amarga, sensaborona e despojada de glória. Foi assim que Portugal jogou o Mundial de Futebol na África do Sul e foi assim que dele foi afastado sem rasgo e com um travo frustrante de desalento burocrático e conformismo administrativo.Mas a eliminação de Portugal são águas passadas. Somos o que somos. Uma das
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...