E se tivéssemos Regionalizado?

O Governo tem como uma das prioridades do seu programa político acelerar o processo de descentralização do poder administrativo para as autarquias e para as entidades supramunicipais.Esta linha de ação ganha relevância num momento em que, na sequência dos trágicos incêndios ocorridos em junho e outubro, se voltou a dar particular atenção à desertificação do interior,
Ler o artigo completo...
Comentários

O Tempo do Património

2018 é o ano europeu do património cultural, e constitui uma grande oportunidade para que Portugal e o Alentejo em particular, vão ainda mais longe na valorização da sua riqueza material e imaterial. Em tempos de mudança acelerada e fortes desafios, a cultura e a arte são pontes que nos permitem interpretar os sinais e adaptar os modos de vida às novas realidades.
Ler o artigo completo...
Comentários

O velho, o rapaz e o burro

O Homem, o Rapaz e o BurroFoi publicado em 12 de outubro o inquérito independente à catástrofe dos fogos florestais esta verão em Portugal, e em particular ao acontecido em Pedrogão Grande. Entre as múltiplas apreciações e conclusões, inclui-se a ideia que estiveram no local um numero excessivo de responsáveis políticos e que isso terá afetado a concentração e a coordenação
Ler o artigo completo...
Comentários

A Agenda do Concreto

Por todo o mundo, com algumas honrosas exceções os Partidos tradicionais e designados como de regime, têm vindo a ser fortemente confrontados pela emergência de partidos populistas que capturam o sentimento popular para conquistar um poder que depois usam em agendas que raramente têm a ver com os interesses daqueles quemobilizam para se fazerem eleger.  A emergência
Ler o artigo completo...
Comentários

Ambiciosos ou mortos (sobre a transição energética)

Tendo sido nomeado pelo grupo dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu co-responsável pela negociação do regulamento proposto pela Comissão Europeia que vai enquadrar a elaboração pelos Estados - Membros da União Europeia de Planos Nacionais de Energia e Clima para o período 2021/2030 (e depois para as décadas seguintes, tendo por horizonte o Acordo de Paris e as suas metas
Ler o artigo completo...
Comentários

O Povo é que paga (corrupção e financiamento da política)

O Povo é que pagaDesde que a humanidade se sedentarizou e pouco a pouco se foi organizando em comunidades mais ou menos sofisticadas, necessitando de coordenação e de quem disso se ocupe, que emergiu a necessidade de gestão da polis (ou seja da política) e de indivíduos que na comunidade são eleitos, designados ou se impõem pela força ou qualquer outro método para exercer essa gestão.
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...