Visto de Casa (20/04)

Recebo diariamente recortes da principal imprensa nacional e internacional, assino vários jornais na sua versão digital, mas continuo a gostar de ler em papel, de sentir a sua textura e usufruir da sensação de os folhear. Quando posso, passo pela papelaria do meu bairro para comprar jornais e revistas. Verifiquei que as pilhas maiores continuam a ser dos três jornais desportivos
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (19/04)

Falo com muitos amigos que se lamentam de não terem feito antes, coisas que agora devido às regras e ao contexto, não podem fazer. Quem não se queixa do mesmo. Temos, no entanto, a esperança de um dia voltarmos a fazer que agora não é permitido, se possível a dobrar para nos vingarmos. Dei comigo a pensar que no plano metafórico este confinamento é uma morte coletiva. Uma morte
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (18/04)

Porque hoje é Sábado haverá menos gente em teletrabalho. Antes da crise já haviam muitosprofissionais que exerciam as suas funções em teletrabalho, mas agora esse número aumentou exponencialmente. Sempre trabalhei em casa, mas apenas como complemento necessário às funções realizadas fora dela. São duas realidades completamente diferentes.Por muito
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (17/04)

Marcelo Rebelo de Sousa terminou ontem a sua declaração ao País sobre a extensão do estado de emergência dizendo que se há um milagre, esse milagre é Portugal. Portugal somos todos nós. O nosso milagre pessoal fará toda a diferença. Mas como em tudo na vida, somos todos milagreiros, mas há uns que são mais milagreiros que outros. Continuamos em emergência e em estado de alerta para
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (16/04)

Há boas perspetivas em relação à tomada de posição que hoje, o plenário do Parlamento Europeu que está a decorrer, vai assumir relativamente à resposta coordenada da União Europeia em relação à pandemia e às suas consequências. Os quatro maiores grupos pró-europeus do Parlamento, incluindo os conservadores do Partido Popular Europeu PPE,
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (15/04)

Escrevi neste espaço que uma União Europeia cuja origem primordial foi uma resposta solidária e coordenada a uma guerra mundial que provocou dezenas de milhões de mortos e devastou o continente, não pode ter uma resposta de meias tintas à catástrofe sanitária, económica e social provocada pela pandemia, sob pena de perder o seu sentido e o seu propósito.Em consequência, muita gente me
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...