Também estou...


No Twitter:


No Facebook:


Carlos Zorrinho's Facebook profile

No arquivo deste blogue:

Visto de Casa (24/04)

Hoje estou nos Açores. Quando no início do ano acertámos fazer umas Jornadas Parlamentares conjuntas entre os Eurodeputados do PS no Parlamento Europeu e o Grupo Parlamentar Socialista na Assembleia Legislativa dos Açores, para celebrar abril, homenagear o nosso colega André Bradford que faleceu repentinamente aos 48 anos no verão de 2019 e preparar o trabalho conjunto pelo desenvolvimento
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (23/04)

Vamos começar lentamente a regressar à rua, sem poder abraçar aqueles que para nos proteger nunca de lá saíram. Terá que ser um regresso com cuidado e rigor. Mas precisamos de caminhar. Arrepia-me pensar na situação limite de um médico que tem que escolher quem sobrevive, por carência de recursos para tratar todos os que necessitam. A pandemia multiplicou
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (22/04)

Ontem foi um dia particularmente intenso. Proponho-vos hoje um diário diferente. Uma de ata do trabalho confinado, vivido de casa, mas fora dela. Vi sobretudo muitos ecrãs interativos com pessoas do outro lado. Uma espécie de tele política em tempos de tele escola. Comecei com uma reunião dos socialistas e democratas na Comissão de Indústria, Investigação e Energia.
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (21/04)

Não deve haver no mundo nenhum tema sobre o qual haja hoje tanto conhecimento atualizado como aquele que existe sobre o COVID19 e os seus efeitos na saúde humana. Os melhores cientistas, as mais conceituadas redes de investigação, os grandes laboratórios públicos e privados e as maiores empresas farmacêuticas, têm todos um acervo de descoberta considerável. No
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (20/04)

Recebo diariamente recortes da principal imprensa nacional e internacional, assino vários jornais na sua versão digital, mas continuo a gostar de ler em papel, de sentir a sua textura e usufruir da sensação de os folhear. Quando posso, passo pela papelaria do meu bairro para comprar jornais e revistas. Verifiquei que as pilhas maiores continuam a ser dos três jornais desportivos
Ler o artigo completo...
Comentários

Visto de Casa (19/04)

Falo com muitos amigos que se lamentam de não terem feito antes, coisas que agora devido às regras e ao contexto, não podem fazer. Quem não se queixa do mesmo. Temos, no entanto, a esperança de um dia voltarmos a fazer que agora não é permitido, se possível a dobrar para nos vingarmos. Dei comigo a pensar que no plano metafórico este confinamento é uma morte coletiva. Uma morte
Ler o artigo completo...
Comentários
Ver artigos anteriores...